Açores/Eleições

Carlos César afirma que OE2017 voltará a defender a população açoriana

Regional /
Carlos Cesar campanha regionais 2016

1195 visualizações   

O presidente do PS, Carlos César, disse que o Orçamento do Estado para 2017 voltará a defender a luta da população por melhores condições de vida.
 

 

"Tal como aconteceu com o Orçamento do Estado de 2016, o Orçamento do Estado de 2017 voltará a defender, a honrar e a valorizar a luta dos açorianos por mais condições de vida", afirmou Carlos César no último comício da campanha eleitoral para as regionais açorianas do próximo domingo, que se realizou em Rabo de Peixe, concelho da Ribeira Grande (ilha de São Miguel).

No seu discurso, o também líder parlamentar do PS não especificou medidas do documento aprovado hoje em Conselho de Ministros referindo apenas: "Os desafios com que nos confrontamos são o de rapidamente ultrapassarmos os problemas que a crise europeia, que a crise nacional e que a governação PSD/CDS nos trouxe nos últimos quatro anos e temo-lo feito bem, protegendo as nossas famílias, protegendo os nossos jovens, reanimando as nossas empresas e criando empregos seguros".

O presidente do PS começou por pedir aos 4.000 presentes, segundo a organização, "uma saudação calorosa", dos açorianos em geral, "para um grande português, um grande amigo dos Açores que hoje foi aclamado como secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres".

Ainda como presidente do PS a nível nacional, César trouxe aos que participaram no jantar comício "uma saudação do Partido Socialista e do secretário-geral e primeiro-ministro, António Costa", tendo recebido aplausos da plateia.

António Costa não veio aos Açores no período oficial de campanha.

Numa referência sem citar nomes à participação da presidente do CDS-PP, Assunção Cristas na campanha dos Açores, César disse: "É bom recordar que por mais votos que alguns líderes nacionais andam por aí a pedir, por mais visitas que alguns líderes nacionais se lembrem agora de fazer e nos últimos quatro anos alguns tenham estado a governar o país, António Costa já fez num ano mais do que eles todos juntos fizeram nos anos anteriores".

Relativamente às eleições para a Assembleia Legislativa dos Açores, Carlos César, ex-presidente do Governo Regional entre 1996 e 2008, disse que "os açorianos sabem que quem soube nestes últimos quatro anos fazer o mais difícil e ultrapassar as maiores dificuldades melhor o fará melhor nos próximos quatro anos".

"É preciso fazer o que ainda não foi feito, ajudar quem ainda necessita, dar mais folgo à nossa economia, mais força à autonomia e será com Vasco Cordeiro e com o partido socialista" que esses objetivos serão alcançados, disse Carlos César.

O antigo presidente do Governo Regional lembrou que foi há precisamente 20 anos que o PS conquistou ao PSD o poder na região.

Carlos César terminou o seu discurso citando o açoriano Medeiros Ferreira: "Aqui mora o melhor PS de Portugal".

Para a votação de dia 16 estão inscritos 228.160 eleitores que vão escolher os 57 deputados à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores para os próximos quatro anos.

De acordo com os resultados das eleições, o Representante da República nomeia depois o presidente do Governo Regional que, por sua vez, propõe os membros do executivo.

Nas últimas eleições regionais, realizadas a 14 de outubro de 2012, o PS venceu com maioria absoluta e elegeu 31 deputados, seguido de PSD com 20 mandatos e do CDS-PP com três. BE, CDU e PPM elegeram um parlamentar cada.