Candidato do PURP quer dotar habitações dos idosos com fonte de calor

Candidato do PURP quer dotar habitações dos idosos com fonte de calor

 

Lusa/AO online   Regional   7 de Out de 2016, 18:15

O cabeça de lista do PURP pelo círculo eleitoral de São Miguel defendeu um reforço dos apoios financeiros para dotar as habitações dos idosos de fontes de calor, face à humidade que se faz sentir nos Açores.

"Para fazer face a esta situação, e tendo em conta que os idosos são pessoas com recursos muito limitados, deve-se aumentar as participações ao abrigo do programa Proenergia de 25 para, pelo menos 50 por cento, criando-se ainda um fundo que permita proceder a empréstimos visando assegurar os restantes 50 por cento", declarou à agência Lusa Manuel Moniz.

O candidato do Partido Unido dos Reformados e Aposentados (PURP) às eleições de 16 de outubro acrescentou que os empréstimos seriam assegurados pelos idosos em função dos seus rendimentos e ao ritmo que os puderem liquidar, considerando que a melhor solução são as salamandras porque "têm uma maior eficácia em termos de calor".

"Apesar do clima dos Açores ser muito ameno, porque não neva e as temperaturas exteriores não são inferiores a 10 graus, no interior das milhares de casas, construídas em pedra e materiais antigos, há muito frio e humidade", observou.

Manuel Moniz afirmou que a maior parte dos fornos de lenha nas habitações dos Açores foram destruídos para se construir casas de banho, o que "alterou as condições de vida" no interior das casas.

O candidato do PURP está convicto de que a retirada da humidade permitirá evitar uma série de doenças que aí têm origem como o reumatismo, artroses, problemas respiratórios e a própria depressão, face à ausência de conforto.

"Há urgência na adoção deste tipo de medida porque estamos a falar de pessoas que se calhar só têm mais alguns anos de vida, que são os nossos avós e pais. Temos a obrigação moral de o fazer no fim das suas vidas", considerou.

Para a votação de dia 16 estão inscritos 228.160 eleitores que vão escolher os 57 deputados à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores para os próximos quatro anos.

De acordo com os resultados das eleições, o Representante da República nomeia depois o presidente do Governo Regional que, por sua vez, propõe os membros do executivo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.