Candidato do PSD por Ponta Delgada pede ao eleitorado para renovar-lhe a confiança

Candidato do PSD por Ponta Delgada pede ao eleitorado para renovar-lhe a confiança

 

Lusa/AO Online   Regional   5 de Set de 2017, 07:05

O candidato do PSD à presidência da Câmara Municipal de Ponta Delgada, pediu ao eleitorado a sua “confiança renovada” para ganhar a presidência do município, da Assembleia Municipal e a maioria das juntas de freguesia.



“Sempre quisemos ser respeitados não pelo poder que temos, mas pelo modo como exercemos o poder ao serviço das pessoas. Também por isso pedimos a sua confiança renovada para continuar a sermos assim e a fazermos mais”, afirmou José Manuel Bolieiro.

O atual presidente do município, que apresentou o projeto com que se submete às eleições autárquicas de 01 de outubro, no auditório de uma escola privada de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, declarou que, tendo em conta os meios e o contexto económico e financeiro em que iniciou funções, se conclui, “com realismo, que muito se fez, com tão pouco”.

O cabeça de lista do PSD acrescentou que o que foi conseguido “não pode nem deve ser desperdiçado para futuro”, sendo, nesse contexto, “a continuidade um bem futuro”.

José Manuel Bolieiro referiu que a sua gestão foi pioneira na implementação do Orçamento Participativo, com caráter deliberativo, no poder local dos Açores, bem como no “procedimento transparente, imparcial, anualmente previsível, regular, certo e reforçadíssimo das transferências financeiras municipais para as juntas de freguesia”.

“Triplicámos valores. Cerca de um milhão e meio de euros por ano. Cerca de seis milhões, neste mandato que está a terminar”, referiu o cabeça de lista.

O candidato adiantou que o “rigor e a transparência da gestão” das contas do município permitiram “reduzir a dívida bancária da câmara em mais de 35%, ou seja, mais de 9 milhões de euros".

José Manuel Bolieiro admitiu, “com humildade”, que a recolha dos resíduos sólidos urbanos “tem de ser aperfeiçoada, visto que há maior produção de resíduos”, bem como melhorado o processo de desburocratização e celeridade na decisão do licenciamento das obras “face ao aumento do investimento privado, em particular com o ‘boom’ do alojamento local”.

Para José Manuel Bolieiro, este é um projeto “com as pessoas e pela inclusão”, por uma Ponta Delgada “responsável, voltada para o cidadão, tecnologicamente inteligente, pela mobilidade eficiente e sustentabilidade ambiental”, a par da aposta na reabilitação e regeneração urbana e no desenvolvimento turístico sustentável.

O líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, disse, por seu turno, que o candidato é um “homem de confiança” que “trata todos por igual, independentemente da cor política”, tendo enaltecido o seu “caráter e seriedade na política”.

A Câmara de Ponta Delgada, o maior município do arquipélago, é liderada pelo PSD, que tem cinco dos quatro mandatos. Os restantes quatro são do PS.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.