Eleições Autárquicas

Candidato do PSD a Ponta Delgada rejeita ser voz do governo ou oposição

Candidato do PSD a Ponta Delgada rejeita ser voz do governo ou oposição

 

Lusa / AO online   Regional   24 de Set de 2017, 11:12

O candidato do PSD à Câmara de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, rejeitou hoje transformar a maior autarquia dos Açores "numa sede de oposição" ou "numa estrada de continuidade" do Governo Regional.


"Não quero fazer da Câmara Municipal de Ponta Delgada nem uma sede de oposição ao Governo, mas também não ser uma estrada de continuidade do Governo", defendeu José Manuel Bolieiro, atual presidente da maior autarquia dos Açores e que se recandidata nas eleições de 01 de outubro.

"Nós somos autónomos no pensamento político e no que desenvolvemos para governar Ponta Delgada e os pontadelgadenses, não somos por isso a voz do governo, não seremos também a voz da oposição, seremos a voz de Ponta Delgada", afirmou.

O candidato social democrata discursava no sábado à noite, na apresentação da assembleia de freguesia do Livramento, uma das 24 freguesias de Ponta Delgada, onde destacou o "criterioso processo de governação" da Câmara Municipal de Ponta Delgada e distanciando-se dos resultados obtidos pelo Governo Regional dos Açores suportado por uma maioria do PS.

"Ao contrário do que muitos dizem, para denegrirem a nossa imagem, nos rankings nacionais realizados por instituições independentes, objetivas, colocam Ponta Delgada sempre no primeiro lugar dos Açores e nos primeiros lugares de Portugal, mas quem governa nos Açores não pode dizer que os Açores estão nos primeiros lugares dos rankings da economia e do desenvolvimento em Portugal e na Europa", disse.

"Isso faz toda a diferença: é que nós colocamos Ponta Delgada em primeiro lugar, os outros não foram capazes de colocar os Açores em primeiro lugar", sublinhou.

José Manuel Bolieiro prometeu continuar a dar "prioridade às pessoas" não olhando a cores partidárias das 24 freguesias do concelho de Ponta Delgada.

Na apresentação de candidatos à assembleia de freguesia do Livramento, do concelho de Ponta Delgada, estavam várias figuras do PSD, destacando-se Berta Cabral, ex-presidente da maior autarquia dos Açores e atual deputada na Assembleia da Republica, e Maria do Céu Patrão Neves, ex-deputada europeia.

A Câmara de Ponta Delgada é liderada pelo PSD, partido que tem cinco mandatos. Os restantes quatro são do PS.

São candidatos à Câmara de Ponta Delgada o atual presidente, José Manuel Bolieiro (PSD), Vítor Fraga (PS), Bruna Almeida (CDS-PP/PPM), Kol de Carvalho (BE), Rui Teixeira (CDU), Pedro Neves (PAN) e José Azevedo (Livre).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.