Eleições Autárquicas

Candidato do BE por Ponta Delgada quer “reconduzir” o mercado municipal

Candidato do BE por Ponta Delgada quer “reconduzir” o mercado municipal

 

Lusa/AO Online   Regional   22 de Set de 2017, 14:25

O candidato do Bloco de Esquerda à Câmara de Ponta Delgada, Kol de Carvalho, defendeu hoje a "recondução e não a reabilitação" do Mercado da Graça, sem “copiar modelos” exteriores à região.

“Temos que reconduzir o Mercado da Graça. Não vamos reabilitar, porque não se trata de reabilitar, mas sim reconduzir, em termos atuais e sem copiar modelos de fora, o que é uma atuação completamente diferente”, declarou o candidato à agência Lusa, lamentando que a autonomia dos Açores “ainda ande sempre a reboque do Terreiro do Paço”.

O cabeça de lista, que visitou hoje o mercado municipal de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, propõe-se reconduzir o espaço em termos arquitetónicos, “reforçando a atividade social” existente.

O candidato, que concorre na qualidade de independente, adiantou, por outro lado, que pretende promover uma revisão das taxas que se praticam no mercado, em articulação com a Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada e a Associação de Comerciantes.

“Vamos repensá-las e tentar que através da sua reavaliação se possa incentivar os comerciantes a instalarem-se no Mercado da Graça”, frisou Kol de Carvalho, que admitiu poderem as taxas manter-se após o diálogo que vai envolver também quem explora espaços no mercado municipal.

Kol de Carvalho propõe-se manter a essência do mercado, mas manifestou abertura para analisar as propostas e ideias dos comerciantes, sem “imposição de modelos do exterior, que aqui não funcionam”.

O candidato apontou que a ida ao Mercado da Graça constitui também um “motivo para conversar e estabelecer amizades”, o que “não se pode perder na cidade, reduzindo-se os cidadãos a números”.

O candidato referiu que o mercado municipal tem também como função importante a apresentação dos "produtos da terra" e da cidade, contrariamente às superfícies comerciais, que importam o que se produz.

Para Kol de Carvalho, o Mercado da Graça, na sequência de uma “intervenção de arquitetura desastrosa, foi completamente desqualificado do ponto de vista espacial e funcional, chovendo hoje no seu interior, com o sol a penetrar os legumes”, tendo sido o esforço dos comerciantes que “fez com que a sua atividade se tenha mantido”.

São candidatos à Câmara de Ponta Delgada, para além de Kol de Carvalho, o atual presidente, José Manuel Bolieiro (PSD), Vítor Fraga (PS), Bruna Almeida (CDS-PP/PPM), Kol de Carvalho (BE), Rui Teixeira (CDU), Pedro Neves (PAN) e José Azevedo (Livre).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.