Hóquei em Patins

Candelária vence espanhóis do Réus

Candelária vence espanhóis do Réus

 

Lusa/AO   Outras modalidades   16 de Dez de 2007, 12:44

A equipa açoriana do Candelária bateu, na noite de sábado, por 3-2, os espanhóis do Réus, numa partida da terceira jornada do Grupo C da Liga Europeia de Hóquei em Patins
A equipa catalã, considerada uma das melhores do mundo, entrou melhor no jogo e criou perigo logo nos primeiros minutos, valendo ao Candelária a atenção do seu guarda-redes.
O jogo, realizado no Pavilhão da Escola Secundária Cardeal Costa Nunes, na Madalena do Pico, revelou-se no entanto equilibrado, depois do ímpeto inicial da equipa visitante.
Após sacudir a pressão dos espanhóis, o Candelária tentou chegar com perigo à baliza contrária e os açorianos chegaram à vantagem no marcador, aos oito minutos, por Pedro Afonso, que aproveitou uma falha de um jogador adversário para colocar a bola no fundo das redes do Réus.
Na resposta, José Luís Paez, um dos mais inconformados jogadores do Réus em campo, mandou uma bola ao ferro da baliza do Candelária, e a cinco minutos do intervalo, Jordy Molle, recém entrado na partida, empatou, numa jogada confusa na área do Candelária.
Os jogadores da equipa açoriana reclamaram o lance, por considerarem que o jogador catalão introduziu a bola na baliza com o corpo, mas a dupla de arbitragem, vinda de Itália, validou o golo.
O Candelária voltou a ter vantagem no marcador a poucos segundos do intervalo, quando um remate à baliza, mas de ângulo difícil, acabou por embater nos patins de Jordy Molle, que fez auto-golo.
O Réus regressou do intervalo disposto a dar a volta ao resultado e em menos de dois minutos teve três grandes oportunidade de golo, mas o guardião Paulo Matos, num dos lances, e dois defesas do Candelária, evitaram o empate.
Os jogadores da equipa açoriana tentaram responder e Cândido Oliveira, numa jogada rápida, quase surpreendeu o guardião contrário, num remate de ângulo difícil.
O Réus teve oportunidade de empatar logo a seguir, na sequência de um penalti assinalado pela dupla de arbitragem, mas muito contestado pelo jogadores e dirigentes do Candelária, mas José Luís Paez rematou ao lado da baliza de Paulo Matos.
A meio da segunda parte, o Candelária aumentou a vantagem para 3-1, através de um rápido contra-ataque, com Cândido Oliveira a atirar para o fundo da baliza contrária.
Depois disso, a equipa açoriana limitou-se a defender a preciosa vantagem, permitindo, ainda assim, que o Réus chegasse aos 3-2, a dois minutos do fim da partida, tento apontado por Xavier Cadu.
Com esta vitória, o Candelária lidera o Grupo C da Liga Europeia, com os mesmos pontos (6) que o Réus e o Igualada (ambos de Espanha), todos com duas duas vitórias e uma derrota.
No último lugar do Grupo está o Cronenberg, da Alemanha, com três derrotas em outros tantos jogos.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.