Canceladas negociações de paz marcadas para hoje


 

Lusa/AO Online   Internacional   26 de Dez de 2014, 10:45

A reunião entre o Governo de Kiev e os rebeldes pró-russos para negociar a paz no leste da Ucrânia, agendada para esta sexta-feira em Minsk, foi cancelada, anunciaram os separatistas e o ministério bielorusso dos Assuntos Exteriores.

 

“Os representantes das repúblicas populares de Donnetsk e Lugansk não farão parte das negociações desta sexta-feira”, anunciou o negociador principal dos rebeldes de Lugansk, Vladislav Deinego, citado pelas agências russas.

O cancelamento da segunda reunião do Grupo de Contacto de Minsk, nome dado às reuniões dos grupos em conflito no leste ucraniano com mediação da Rússia e da Organização para a Cooperação e Segurança Europeias (OSCE), foi confirmado pelo assessor de imprensa do ministério dos Negócios Estrangeiros bielorusso, Dmitri Mirónchik.

O compromisso negociado pelas partes há dois dias na capital da Bielorrússia de trocar prisioneiros – condição essencial para a realização da reunião de hoje de manhã – já foi cumprido, segundo asseguraram os separatistas e o Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU na sua sigla em ucraniano, antigo KGB).

De acordo com fontes dos dois lados citadas pela agência russa Interfax, foram libertados 150 soldados ucranianos em troca de 225 rebeldes.

Apesar desta parte do acordo ter sido cumprida, os dois lados da negociação não conseguiram chegar a acordo sobre o resto da agenda anunciada pela OSCE, como a retirada do armamento pesado da linha de contacto entre os grupos e a abertura de corredores para ajuda humanitária.

Quase cinco mil pessoas, entre civis e soldados, morreram no leste da Ucrânia desde abril, quando estalou um conflito armado na sequência da sublevação pró-russa nas regiões do país que fazem fronteira com a Rússia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.