Camisola amarela Gustavo Veloso foi o mais solidário

Camisola amarela Gustavo Veloso foi o mais solidário

 

Lusa/AO Online   Outras modalidades   10 de Ago de 2015, 18:52

O espanhol Gustavo Veloso, que domingo se sagrou bicamepão da Volta a Portugal em bicicleta, foi o mais pesado dos vencedores das 11 tiradas da 77ª edição, sendo o ciclista que mais verbas angariou para instituições sociais.

 

Em cada uma das 11 tiradas (um prólogo e dez etapas), o vencedor foi pesado, em público, numa balança colocada junto ao pódio, numa iniciativa da Nobre, que converteu o peso do ciclista ganhador em produtos alimentares que reverteram a favor de Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), selecionadas pelos municípios que receberam finais de etapa.

O bicampeão da Volta a Portugal foi o mais pesado dos vencedores, com os 71,1 quilos que ‘acusou’ na sexta etapa a fixar-se como recorde de peso desta edição, enquanto o seu compatriota Eduard Prades (Caja Rural) foi o mais leve, com 64,8 quilos.

Nos 11 dias de prova, apenas os espanhóis Gustavo Veloso, que curiosamente variou de peso nas duas vezes que subiu à balança (depois do contrarrelógio pesava 69,8 quilos), e Delio Fernández repetiram o ritual.

O ciclista galego da W52-Quinta da Lixa está envolvido noutra ação solidária, já que está a leiloar a camisola amarela que ganhou e a sua bicicleta para angariar fundos para a Associação Salvador.

A camisola amarela e a bicicleta do vencedor da Volta estão em leilão até às 00:00 do dia 19 de agosto e têm base de licitação de 105 e 1.500 euros, respetivamente.

O leilão virtual acontece em www.esolidar.com e o valor angariado tem como destino construir uma casa de banho com acessibilidade para o Deviny, um menino com 10 anos com mobilidade reduzida que toma banho num alguidar.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.