"Camisas vermelhas" aceitam plano do primeiro-ministro


 

Lusa / AO online   Internacional   4 de Mai de 2010, 12:19

Os manifestantes antigovernamentais na Tailândia declararam hoje que aceitam o plano para sair da crise apresentado pelo primeiro-ministro, Abhisit Vejjajiva, que prevê a realização de eleições antecipadas a 14 de Novembro.
Apesar de terem aceitado o plano do primeiro-ministro, os “camisas vermelhas” recusam de momento dispersar do centro de Banguecoque, onde montaram um acampamento nas imediações dos mais luxuosos hotéis e centros comerciais da capital do país, enquanto não souberem os pormenores do plano governamental.

Abhisit Vejjajiva, a quem os "camisas vermelhas" exigiam a demissão imediata e incondicional desde meados de Março, propôs um "roteiro" que prevê a realização de eleições, mas sob certas condições.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.