Câmara dos Representantes dos EUA aprova derrogação da reforma de saúde de Obama

Câmara dos Representantes dos EUA aprova derrogação da reforma de saúde de Obama

 

Lusa/AO Online   Internacional   4 de Fev de 2015, 06:30

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos votou a favor da derrogação da reforma de saúde do Presidente Barack Obama, na primeira iniciativa do género desde que os republicanos tomaram o controlo absoluto do Congresso em janeiro.

A medida foi votada com 239 votos a favor e 186 contra.

No entanto, a Casa Branca já tinha anunciado que o Presidente dos EUA iria vetar qualquer tentativa de rejeitar a lei considerada o maior êxito de Obama em termos de política interna.

Os republicanos, que detêm o controlo absoluto do Congresso depois de terem arrebatado o Senado aos democratas nas legislativas, planeiam levar um texto sobre a matéria à Câmara Alta nos próximos meses, mas é improvável que obtenham os apoios necessários para tal.

A lei aprovada na terça-feira na Câmara dos Representantes estipula, pela primeira vez, um prazo de seis meses até à derrogação da reforma de Obama para que os republicanos possam apresentar uma alternativa.

Nos últimos dois anos, a Câmara dos Representantes realizou mais de meia centena de votações para rejeitar parte ou a totalidade da reforma de saúde de Obama, que prevê estender a cobertura médica a toda a população e estabelece a obrigatoriedade de adquirir um seguro, a parte mais controversa e questionada pelos republicanos.

Com a reforma da saúde proposta em 2013, o Governo dos EUA esperava que milhões de norte-americanos pela primeira vez tenham acesso a um seguro médico e que o façam sem ter de pagar as astronómicas tarifas que as seguradoras cobram, por exemplo, a quem padece de doenças crónicas, a quem tem pouca saúde ou aos idosos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.