Câmara do Corvo aprova orçamento de 3,4 milhões de euros

Câmara do Corvo aprova orçamento de 3,4 milhões de euros

 

Lusa/AO online   Regional   8 de Dez de 2017, 09:16

O orçamento para 2018 da Câmara do Corvo, nos Açores, foi "aprovado por maioria", esta quinta-feira em reunião camarária, com um montante de 3,4 milhões de euros, "sensivelmente o mesmo valor que o anterior", anunciou o presidente da autarquia.

"São 3,4 milhões de euros. A grande prioridade passa por continuar a criação de emprego, uma preocupação social. No último mandato conseguimos efetivar nos quadros da Câmara oito pessoas. E esperamos, no próximo ano, efetivar mais quatro pessoas que têm feito programas de emprego na autarquia", afirmou José Manuel Silva (PS), em declarações à agência Lusa.

O presidente da Câmara Municipal do Corvo, a mais pequena ilha dos Açores, com cerca de 400 habitantes, referiu que, para 2017, o orçamento totalizava os 3,7 milhões de euros e, para 2018, estão previstos 3,4 milhões de euros, acrescentando que o documento, ainda terá de ser aprovado em assembleia municipal, onde o PS tem maioria.

De acordo com o autarca, o orçamento para 2018 foi aprovado, por maioria, em reunião camarária com quatro votos do PS e uma abstenção do PSD.

O autarca socialista explicou que 800 mil euros do orçamento se destinam a despesas com pessoal, referindo que a autarquia continua a ser o maior empregador, tendo em conta o tecido económico da ilha.

Além da questão do emprego, o autarca, reeleito em outubro, salientou que "outra grande parte do orçamento" vai para a recuperação de habitação degradada "à semelhança de anos anteriores", acrescentando que o documento reserva para o próximo ano 190 mil euros para a recuperação de 16 moradias na parte antiga da vila.

"Outras grandes obras são a repavimentação das ruas da zona antiga da vila, orçada em cerca de 450 mil euros, investimento que já candidatamos a fundos comunitários e estamos à espera para avançar com a obra. Outro investimento será a substituição de toda a iluminação publica na zona antiga", numa perspetiva também de "valorização do património, uma obra de cerca de 400 mil euros", acrescentou José Manuel Silva.

A remodelação da ETAR do Corvo, "a primeira dos Açores", a requalificação da zona dos Moinhos e Porto Novo, numa vertente turística e de lazer, a substituição da cobertura do pavilhão desportivo e a requalificação do parque de campismo, são outros dos investimentos previstos para o próximo ano, de acordo com o autarca.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.