Câmara de Ponta Delgada investe cerca de 100 mil euros em programa de natal

Câmara de Ponta Delgada investe cerca de 100 mil euros em programa de natal

 

Lusa/AO Online   Regional   13 de Nov de 2014, 13:03

A Câmara de Ponta Delgada vai investir este ano cerca de 100 mil euros no programa sociocultural e solidário de natal, que prevê 33 dias de animação de proximidade e 61 eventos para dinamizar o comércio tradicional e o centro histórico.

“É um esforço que o erário público faz justificando a sua interação e a sua componente estratégica de ligação com a comunidade, com o comércio, com a dinamização do centro histórico de Ponta Delgada”, afirmou o presidente da autarquia, José Manuel Bolieiro, numa conferência de imprensa para apresentar o programa, que vai decorrer de 21 de novembro a 09 de janeiro.

O autarca sublinhou que o programa de animação “diversificado”, que pretende dinamizar o centro histórico de Ponta Delgada e favorecer a revitalização urbana, surge em estreita colaboração com as associações e agentes culturais locais, com a "intenção de estimular o consumo no comércio tradicional”.

"Tudo faremos para que valha a pena vir às compras no centro histórico", sublinhou.

O presidente da câmara municipal explicou que "os 33 dias de animação musical e performativa em espaços fechados e na rua" sustentam-se “em dois modelos de práticas culturais", a primeira potenciando "um leque diversificado de atuações em locais predefinidos junto do comércio" e a segunda "a interação com a animação em locais onde existe restauração".

Estão previstos 17 espetáculos musicais, dez de animação musical de rua, 15 de animação itinerante, um "mercadinho" de natal solidário (durante três semanas), um mercado urbano de artesanato (quatro dias), uma campanha solidária de brinquedos, dez espetáculos de animação infantil, duas exposições, dois concertos solidários e dois lançamentos de livros.

O município vai isentar "as esplanadas de taxas nas ruas cujos pavimentos permitem a colocação das mesmas e desde que sejam requeridas antecipadamente à câmara".

Os parquímetros serão gratuitos durante os sábados do mês de dezembro e “está a ser estudada a possibilidade" de ser tomada idêntica medida para as sextas-feiras do mesmo mês a partir das 16:00.

As três linhas 'mini-bus', à semelhança do que aconteceu no último natal, funcionarão aos sábados, nomeadamente nos dias 06, 13 e 20 de dezembro.

“Estamos aqui a conseguir mais com menos meios financeiros”, sustentou o autarca social-democrata, especificando que no caso da componente da iluminação pública de natal, um investimento na ordem dos 60 mil euros, "foi possível apresentar mais iluminação do que no ano passado" e "sem mais custos".

José Manuel Bolieiro disse que a autarquia "está a dar o seu máximo" para a dinamização do centro histórico, mas frisou que "não há apenas um contributo para a solução final", apelando também aos "empresários e administração pública regional".

"Também não tenho a ilusão de encontrar neste programa a varinha mágica para resolver o problema de algum desencanto com a vinda ao centro histórico para as compras", referiu.

Quanto à festa da passagem de ano, nas Portas da Cidade, será organizada pela câmara do comércio de Ponta Delgada e o fogo de artifício será uma iniciativa privada.

"Este evento, de tão estratégico que é para a promoção dos Açores enquanto destino turístico, devia envolver a Região Autónoma dos Açores. O município de Ponta Delgada está aberto para esta parceria tripartida envolvendo câmara do comércio, autarquia e Governo Regional", afirmou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.