Câmara da Povoação reduz 50 por cento da iluminação pública

Câmara da Povoação reduz 50 por cento da iluminação pública

 

Lusa/Aonline   Regional   8 de Nov de 2011, 18:21

A Câmara da Povoação, anunciou que vai reduzir em 50 por cento a iluminação pública, numa medida de contenção de custos que permitirá poupar mais de 3000 euros por mês.

Pedro Melo, vice-presidente da autarquia, disse à Lusa que esta medida de contenção de custos não põe em causa a segurança" dos municipes, frisando que a redução da iluminação pública nos arruamentos municipais e nos espaços públicos da responsabilidade da autarquia "seguirá a lógica sequencial de uma lâmpada acesa e uma apagada".

"Trata-se de uma medida de poupança nos gastos mensais do município, tendo em conta a situação financeira", frisou Pedro Melo, acrescentando que a autarquia "estima poupar entre 3000 a 3500 euros por mês".

O autarca salientou que a Câmara da Povoação tem aplicado um conjunto de medidas de contenção da despesa, "recusando aumentar os impostos e as taxas municipais, que iriam penalizar ainda mais a vida dos povoacenses".

A Câmara da Povoação foi uma das primeiras a nível nacional a recorrer a um plano de reequilíbrio financeiro na sequência da grave situação em que se encontrava.

Este plano foi aprovado pelo Governo da República em Setembro de 2009 por proposta do anterior executivo municipal, liderado pelo social-democrata Francisco Álvares, mas foi rejeitado pelo socialista Carlos Ávila, que venceu as eleições autárquicas de outubro de 2009.

No início de Maio, Carlos Ávila, revelou que o endividamento líquido do município caiu 29,10 por cento em 2010 e que a dívida total da autarquia desceu para 35,2 milhões de euros.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.