Câmara da ilha do Corvo com orçamento de 3,6 milhões de euros em 2015

Câmara da ilha do Corvo com orçamento de 3,6 milhões de euros em 2015

 

AO/Lusa   Regional   13 de Dez de 2014, 11:50

A Assembleia Municipal de Vila do Corvo, nos Açores, aprovou o orçamento da câmara para 2015, que ronda os 3,6 milhões de euros, contra os 1,9 milhões de 2014, disse hoje à Lusa o presidente da autarquia.

 

O documento, ainda segundo José Manuel Silva (PS), foi aprovado na quinta-feira com os votos favoráveis dos socialistas e de um deputado do PSD, tendo os restantes dois social-democratas que estiveram na reunião da Assembleia Municipal optado pela abstenção.

“Fizemos já refletir neste orçamento de 2015 as previsões do que poderia ser candidatável e dos fundos que poderíamos obter já do novo Quadro Comunitário de Apoio, o que nos facilita, porque, quando este entrar em vigor, já teremos refletido e devidamente cabimentadas as obras e as primeiras candidaturas”, disse José Manuel Silva.

O autarca da ilha do Corvo apontou que as linhas orientadoras do documento surgem em harmonia com o trabalho que foi desenvolvido este ano, designadamente, a criação de postos de trabalho ou a manutenção dos que foram criados, a par da aposta social na habitação degradada.

No que concerne aos projetos de maior dimensão, candidatáveis a fundos comunitários, o autarca identifica a recuperação da bacia de retenção de água da ilha, bem como o abastecimento de água e a ligação ao saneamento básico.

O presidente da Câmara Municipal do Corvo aponta ainda a necessidade de realizar obras de dimensão mais reduzida, candidatáveis ao abrigo do programa Proconvergência, que visam recuperar alguns espaços públicos da vila da mais pequena ilha açoriana.

O autarca pretende igualmente dotar o polidesportivo de Vila do Corvo de todas as condições para que possa ser utilizado na sua plenitude, o que não acontece atualmente.

A agência Lusa tentou saber junto do PSD da ilha do Corvo uma justificação para o voto social-democrata, mas ninguém se manifestou disponível para responder.

Segundo a assessoria de imprensa do PSD/Açores, a abstenção, na generalidade, visa permitir ao executivo camarário ter todas as condições para exercer o seu mandato.

O PS tem nove deputados na Assembleia Municipal de Vila do Corvo e o PSD tem seis, mas apenas três social-democratas estiveram na reunião de apreciação e votação do orçamento, na quinta-feira.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.