Caixa Económica da Misericórdia de Angra do Heroísmo reforça presença em São Miguel

Caixa Económica da Misericórdia de Angra do Heroísmo reforça presença em São Miguel

 

Lusa/AO online   Regional   2 de Out de 2017, 14:52

A Caixa Económica da Misericórdia de Angra do Heroísmo (CEMAH) vai abrir na terça-feira um balcão na Ribeira Grande, visando aproveitar a dimensão económico-financeira de São Miguel, anunciou o presidente.

"Nós tínhamos, evidentemente, como objetivo, a abertura de balcão na ilha de São Miguel, o que aconteceu em 2011, em Ponta Delgada. Foi um primeiro passo para incrementar a atividade e, agora, quisemos abrir novo balcão, na Ribeira Grande, também porque é um polo importante de desenvolvimento económico da ilha e da região", declarou à agência Lusa António Maio.

O presidente do Conselho de Administração da CEMAH acredita que há mercado para crescer nos Açores, considerando que o desaparecimento o Banif, embora substituído pelo Santander Totta, gerou "algum espaço" para praticar a denominada banca de proximidade.

"Por outro lado, pela nossa própria génese, temos obrigações no âmbito da economia social e, alguma diferenciação que existe relativamente aos outros bancos, tem exatamente a ver com as preocupações de desenvolver uma atividade importante neste aspeto", disse o responsável pela CEMAH, que tem por objetivo a "prática de todas as operações bancárias, permitidas por lei às caixas económicas, com vista a auxiliar a realização dos fins de solidariedade das misericórdias".

Para o presidente da CEMAH, sendo o "mercado exclusivo" da instituição financeira os Açores, era importante reforçar a presença em São Miguel, com abertura do balcão na Ribeira Grande, por ser a ilha onde se "gera maior valor acrescentado e riqueza da região, onde estão as empresas e os grandes grupos económicos".

António Maio afirmou, contudo, que a cobertura da rede de balcões na região, onde a instituição está presente na Terceira, São Miguel, Faial, Pico, São Jorge e Graciosa, é "muito boa", não estando prevista a abertura de novas agências nos próximos anos.

O responsável, que salvaguarda que a instituição, nos últimos anos, assegurou "bons resultados num contexto bancário bastante adverso", propõe-se a dar-lhes continuidade em 2018, afirmando que, no primeiro semestre de 2017, as contas consolidadas atingiram um milhão de euros, um resultado que considerou "estar em linha com as expectativas.

A CEMAH, com sede na ilha Terceira, é uma instituição de crédito propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Angra do Heroísmo, foi fundada em 26 de abril de 1896, sendo a mais antiga dos Açores.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.