Colômbia

Cabecilhas das FARC e do ELN estão no estrangeiro


 

Lusa/AO online   Internacional   30 de Ago de 2010, 18:47

O comandante do Exército colombiano Major General Alejandro Navas Ramos denunciou esta segunda-feira que os cabecilhas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) e do Exército de Libertação Nacional (ELN) estão fora do território nacional.
“Os cabecilhas não estão em território nacional”, diz o general à imprensa colombiana

Numa entrevista publicada pelo jornal El Nuevo Siglo, de Bogotá, Alejandro Navas Ramos explica que as FARC “perderam a capacidade de atacar a estratégia do Governo nacional” mas continuam a ter “capacidade terrorista”.

“Têm a capacidade de atingir os pontos débeis de infra-estruturas, recursos naturais, tropas isoladas, mais que tudo em acções terroristas e essa é uma demonstração de debilidade”, diz.

Por outro lado, sublinha que o novo Governo da Colômbia espera que os guerrilheiros das FARC, ante a pressão militar e policial, “ganhem consciência e regressem à sociedade, desmobilizando-se”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.