Cabeça de lista do PDR por São Jorge quer melhor rede de transportes

 Cabeça de lista do PDR por São Jorge quer melhor rede de transportes

 

Lusa/AO Online   Regional   12 de Set de 2016, 20:05

O cabeça de lista do Partido Democrático Republicano (PDR) pelo círculo de São Jorge às eleições regionais dos Açores defendeu hoje a necessidade de criação de "uma melhor rede de transportes" que sirva as ilhas mais pequenas.

“O Orçamento dos Açores deve contemplar uma maior fatia para o transporte e uma melhor rede que contemple a realidade específica das ilhas mais pequenas, como São Jorge. A atual situação penaliza a qualidade de vida dos cidadãos e a economia”, disse Joaquim Pisco, em declarações à Lusa.

O advogado e militante do PDR, de 44 anos, natural e residente em Almeirim, referiu que se vai empenhar no regresso do regime de quotas leiteiras, “dada a dimensão da fileira do leite” na ilha de São Jorge e em harmonia com o que tem defendido o líder do partido no Parlamento Europeu, Marinho e Pinto.

“Pretende-se também incentivar cada vez mais o intercâmbio a nível do ensino universitário entre o continente e os Açores”, defendeu, acrescentando que, na área da saúde, se deve “promover uma aproximação” dos serviços prestados aos cidadãos de São Jorge através da descentralização, visando “minimizar” as deslocações às ilhas de maior dimensão.

Joaquim Pisco, com raízes familiares em São Jorge, onde se vai deslocar para fazer campanha, pretende incentivar o setor do turismo na ilha através de uma “maior aproximação ao mercado norte-americano e aos mercados europeus emergentes como a Espanha, Alemanha e França e a Suíça”.

Para fazer chegar investimento às ilhas mais pequenas, como São Jorge, o candidato do PDR, partido que pela primeira vez concorre às eleições regionais dos Açores, propõe a criação de incentivos fiscais e uma “boa logística”.

Nos Açores, onde o PS governa há 20 anos, há nove círculos eleitorais, coincidentes com cada uma das ilhas, e um círculo regional de compensação.

O PS tem 31 dos 57 lugares na Assembleia Legislativa dos Açores, enquanto o PSD, o maior partido na oposição, conquistou 20 mandatos. O CDS tem três deputados no parlamento regional, enquanto BE, PCP e PPM conseguiram um mandato cada.

São Jorge elege três deputados nas eleições de 16 de outubro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.