Burla no Banif dá sete anos e dois meses de prisão

Burla no Banif dá sete anos e dois meses de prisão

 

  Regional   5 de Abr de 2016, 00:00

Burla no Banif dá sete anos e dois meses de prisão, é a manchete do Açoriano Oriental. A ex-subgerente de um banco em Rabo de Peixe foi condenada pelo Tribunal de Ponta Delgada pelos crimes de abuso de confiança, falsificação de documentos, burla qualificada e burla informática, por ter desviado dinheiro de contas de clientes.

Escola Profissional das Capelas paga ilegalmente relvado sintético, é outro grande destaque. A escola e segundo uma auditoria do Tribunal de Contas, pagou cerca de 173 mil euros pela empreitada de fornecimento e instalação de relva sintética no campo de futebol, propriedade da Junta de Freguesia.

Grupo Casanova sem pagamentos em atraso ao Banif; Cordeiro não vai ao Conselho de Estado; Vinte por cento dos açorianos sofre de alergias oculares, Cidadãos e empresários queixam-se da burocracia e Rafael Botelho satisfeito com vitória obtida no Rali Sical, são outros títulos de capa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.