Bruxelas vai reforçar sanções contra carne do Brasil


 

Lusa/AO online   Internacional   17 de Dez de 2007, 17:07

A União Europeia deverá aprovar quinta-feira, em Bruxelas, "um aumento das restrições e controlos à importação" de carne de bovinos do Brasil, disse à Lusa a porta-voz para a Saúde da Comissão Europeia.
       "A Comissão está a preparar-se para tomar medidas e isso pode significar o aumento das restrições e controlos à importação" de carne bovina brasileira, disse Nina Papadoulaki à Agência Lusa.

    A porta-voz explicou que os serviços veterinários europeus "identificaram deficiências" no sector bovino em inspecções no Brasil realizadas pelos Serviços Veterinários da Comissão Europeia.

    Uma outra fonte comunitária precisou que as "deficiências" foram "principalmente" encontradas nos procedimentos pré-estabelecidos e auto-suficientes que permitem conhecer o histórico, a localização e a trajectória da carne em causa.

    O colégio de comissários europeus irá discutir medidas precisas de restrição às importações quando se reunir quarta-feira, as quais depois serão votadas pelo Comité Permanente da Cadeia Alimentar e Saúde Animal no dia seguinte, quinta-feira.

    Nina Papadoulaki escusou-se a dar mais pormenores sobre as medidas exactas que serão discutidas e poderão ser propostas pelos comissários europeus.

    Bruxelas pensa assim que o Brasil tem insuficiências no seu sistema de histórico da carne bovina, numa altura em que três regiões do país têm casos de febre aftosa e são objecto de um embargo.

    Os veterinários europeus consideram que os produtos com origem em outras regiões brasileiras não oferecem também garantias suficientes.

    A decisão tem lugar numa altura em que três equipas de inspectores veterinários se deslocaram (meados de Novembro) ao país para fazer uma avaliação da situação.

    Bruxelas deu até ao fim do ano para Brasília tomar todas as medidas necessárias para que a carne bovina exportada responda a todas as exigências sanitárias europeias.

    O Brasil é o primeiro exportador mundial de carne bovina, com cerca de 2,3 milhões de toneladas por ano, cerca de um terço do total mundial.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.