Bruxelas propõe redução do limite de emissões de CO2 para automóveis novos


 

Lusa/Ao online   Nacional   19 de Dez de 2007, 11:21

A Comissão Europeia apresentou hoje em Bruxelas uma proposta de lei para reduzir as emissões de dióxido de carbono pelos automóveis, o que para o seu presidente, Durão Barroso, demonstra a determinação da UE em ser líder mundial nesta matéria.
A proposta visa reduzir a emissão média de emissões de CO2 pelos veículos novos de passageiros para 120 gramas por quilómetros em 2012 (contra os 160 actuais) e prevê sanções para os construtores automóveis que não cumpram os objectivos.

    As penalizações serão de 20 euros por cada grama em excesso em 2012, 35 euros em 2013 , 60 euros no ano seguinte e 95 euros em 2015, segundo as propostas de Bruxelas, que no entanto estima que a indústria automóvel atingirá as metas, evitando assim penalizações.

    "Esta proposta demonstra que a União Europeia está empenhada em ser líder mundial nas emissões de CO2 e no desenvolvimento de uma economia de baixo carbono. Ao mesmo tempo, estamos apostados em promover a competitividade da nossa indústria e a sua liderança tecnológica global", afirmou o presidente da Comissão, Durão Barroso.

    A Comissão Europeia lembra que o parque automóvel representa cerca de 12 por cento das emissões de carbono da União Europeia, tendo hoje o comissário europeu responsável pelo Ambiente, Stavros Dimas, observado que esta proposta ajudará a combater as alterações climáticas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.