Pensões

Bruxelas adverte para a necessidade de se trabalhar mais anos

Bruxelas adverte para a necessidade de se trabalhar mais anos

 

Lusa / AO online   Economia   7 de Jul de 2010, 11:34

A Comissão Europeia lança esta quarta-feira, em Bruxelas, o debate sobre “o futuro dos sistemas de pensões na Europa” com a publicação de um Livro Verde em que defende o aumento da idade da reforma nos 27.
“Se as pessoas, que cada vez vivem mais anos, não permanecerem mais tempo empregadas”, os sistemas de pensões terão dificuldade em dar “reformas adequadas” ou poderá ocorrer um “aumento insustentável” das despesas, segundo uma versão provisória do Livro Verde a que a Agência Lusa teve acesso.

O executivo comunitário insiste que, “com as tendências actuais, é evidente que a situação não é sustentável”.

Segundo fonte comunitária, o Livro Verde vai abrir uma consulta que se irá prolongar "durante vários meses" sobre a forma como a União Europeia (UE) pode “apoiar melhor os esforços nacionais para proporcionar pensões adequadas, sustentáveis e seguras”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.