Lavoura

Brucelose Bovina com "os valores mais baixos de sempre"

Brucelose Bovina com "os valores mais baixos de sempre"

 

Lusa / AO online   Regional   27 de Jan de 2010, 09:49

A taxa de incidência da brucelose bovina nos Açores foi de 0,2 por cento, no final de 2009, o que representa o valor "mais baixo de sempre na região", revelou terça-feira o Governo açoriano.
"No final de 2009, a brucelose bovina apresentou os valores mais baixos de sempre nos Açores, mantendo a tendência que se verificava no início do segundo semestre de baixar para o valor de 0,2 por cento, o número mais baixo da sua incidência", adianta uma nota do Governo açoriano.

Segundo os dados divulgados, Santa Maria, Graciosa, Pico, Faial, Flores e Corvo são as seis ilhas que detém actualmente o estatuto de "Oficialmente Indemnes" à Brucelose Bovina, atribuído pela Autoridade Veterinária Europeia.

O Plano para a Erradicação da Brucelose Bovina, implementado pelo Governo regional, assentou, enre outras medidas, na vacinação com a "Vacina RB51" e recorendo "a sistemas de geo-referenciação, que permitiram identificar correctamente a constituição parcelar de cada exploração, automatizar o processo de trabalho no terreno e orientar o escalonamento e as saídas das brigadas de sanidade animal para o campo", adianta o Executivo.

Segundo o Governo, "os excelentes resultados" na Brucelose "beneficiam também a saúde pública regional e consolidam a confiança dos consumidores" pelas produções açorianas.

"A partir de Abril de 2008, passou a ser possível algo que não se verificava há mais de 50 anos nos Açores, com as explorações e produtores a poderem exportar bovinos, animais reprodutores de alta genética (de carne ou de leite), o que vem também abrir uma enorme potencialidade às explorações agro-pecuárias", acrescentou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.