Paquistão

Bombista suicida causou a morte de 65 pessoas


 

Lusa / AO online   Internacional   9 de Jul de 2010, 18:22

Um bombista suicida numa motocicleta provocou esta sexta-feira a morte de pelo menos 65 pessoas ao fazer-se explodir em frente a uma área administrativa no coração de um mercado muito movimentado, no noroeste do Paquistão.
"O saldo é de 65 mortos e 112 feridos", disse o administrador civil local, Rasool Khan, actualizando um balanço anterior que referia 47 mortos.

"O alvo do ataque ainda não está claro, poderia ser o governo local ou membros de um grupo (líderes tribais), responsável pela negociação da paz (com os talibãs) e que habitualmente se reúnem no meu escritório às sextas-feiras", adiantou.

O ataque foi perpetrado em Yakaghund, uma vila no distrito tribal de Mohmand, perto da fronteira com o Afeganistão e reduto dos talibãs paquistaneses e combatentes estrangeiros da Al-Qaida.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.