Bombeiros de sete ilhas de prevenção


 

Lusa/AO Online   Economia   14 de Jan de 2016, 18:49

O presidente do Serviço Regional da Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) disse hoje que todas as corporações dos grupos central e oriental estão de prevenção, deixando um alerta sobretudo para a agitação marítima na madrugada.

"Já foram colocados a par da situação todos os agentes de Proteção Civil da Região Autónoma dos Açores, sobretudo os 14 corpos de bombeiros dos grupos central e oriental, e os respetivos serviços municipais de Proteção Civil", adiantou o capitão José Dias, presidente do SRPCBA, numa conferência de imprensa em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira.

A tempestade tropical Alex "intensificou-se" e, segundo a delegação dos Açores do IPMA, neste momento é "um furacão de categoria 1", com previsões que apontam para um aumento da intensidade do vento e da agitação marítima, em especial nas ilhas do grupo central.

José Dias recomendou à população das ilhas dos grupos central (Terceira, São Jorge, Graciosa, Faial e Pico) e oriental (São Miguel e Santa Maria) "atenção redobrada" à agitação marítima durante o período noturno, uma vez que "a preia-mar irá acontecer perto das 04:00 (hora local).

Segundo o presidente da Proteção Civil, não há zonas em particular nos Açores que mereçam destaque, mas a saturação dos solos devido à precipitação também é motivo de alerta.

"Não podemos descurar toda a precipitação que ocorreu nos dias anteriores e que, de alguma forma, faz com que haja alguma saturação dos solos e que a precipitação que nós prevemos que possa acontecer possa trazer alguma fragilização às mesmas", frisou.

Até ao momento, a Proteção Civil dos Açores não registou incidentes, mas o estado do tempo deverá agravar-se a partir das 00:00 de sexta-feira (mais uma hora em Lisboa).

O presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomendou "a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas, a retirada de inertes e de outros objetos que possam ser arrastados ou que criem obstáculos ao livre escoamento das águas e a adequada fixação de estruturas soltas, como andaimes, placards e outras estruturas, montadas ou suspensas".

José Dias aconselhou ainda a população a consolidar os telhados, as portas e as janelas e a ter especial atenção à circulação junto da orla costeira e das zonas ribeirinhas.

O furacão 'Alex', que poderá provocar rajadas de 170 quilómetros/hora e ondas de 18 metros no grupo central dos Açores, está hoje a evoluir na direção do arquipélago.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), para as ilhas do grupo central, o aviso vermelho para chuva vigora entre as 02:00 e as 14:00 de sexta-feira (mais uma hora em Lisboa), enquanto o mesmo aviso para o mar mantém-se entre as 05:00 e as 15:00.

O mesmo aviso vermelho, o mais grave numa escala de quatro, mas para o vento está em vigor entre as 05:00 e as 14:00 de sexta-feira no mesmo grupo.

Para o grupo oriental (São Miguel e Santa Maria) foi também emitido um aviso vermelho para chuva entre as 02:00 e as 14:00 de sexta-feira e para vento, esperando-se nestas ilhas rajadas até 130 quilómetros/hora entre as 05:00 e as 13:00.

Devido às previsões meteorológicas, foram entretanto encerradas várias vias nas ilhas Terceira, Graciosa, Pico, Faial, São Miguel e Santa Maria.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.