Bombeiros da Horta trocam centro da cidade pela periferia

Bombeiros da Horta trocam centro da cidade pela periferia

 

Lusa/AO online   Regional   4 de Jan de 2018, 14:47

Os Bombeiros Voluntários Faialenses, nos Açores, vão trocar o centro da cidade da Horta pela periferia, onde pretendem construir um novo quartel, "mais amplo e funcional", mas poderão ficar prejudicados em termos de acessibilidades.

"Coloca-se aqui um conjunto de problemas que já existiam antes e que nós gostaríamos de ver melhorados em termos de acessibilidades, porque, por vezes, cinco minutos fazem muita diferença na vida de uma pessoa", alertou hoje o presidente da Associação de Bombeiros Voluntários Faialenses, José Braia Ferreira, após a entrega do projeto do novo quartel na Câmara Municipal da Horta.

Segundo explicou aos jornalistas, "é fundamental" que o Governo dos Açores avance com a segunda fase da variante à cidade da Horta para que os bombeiros, cujo novo quartel ficará situado na zona industrial, possam ter acesso facilitado ao lado norte da ilha do Faial sem terem de passar pelo centro da cidade.

"Este é um desafio que lançamos aqui ao senhor presidente da Câmara e ao Governo Regional dos Açores, de estudarem esta questão, uma vez que passamos agora a ter uma necessidade que é premente e que merece ser estudada", advertiu José Braia Ferreira, dirigindo-se ao presidente do município, José Leonardo Silva.

O autarca socialista, que foi reconduzido para o segundo mandato nas eleições autárquicas do passado mês de outubro, reconhece que a segunda fase da variante à cidade da Horta é uma obra "importante" para o futuro do concelho.

"A Câmara teve sempre uma posição muito clara sobre a questão da variante, que achamos que é importante e que deve ser, no fundo, refletida, para que consigamos todos dar uma resposta positiva", reconheceu José Leonardo Silva, que garantiu já ter alertado o Governo Regional para a necessidade dessa obra.

O projeto hoje entregue nos paços do concelho prevê a construção de um novo quartel de Bombeiros no Faial, orçado em 2 milhões de euros, acrescidos de IVA, que será implantado num terreno pertencente ao município.

Para que a obra possa ser concretizada, a autarquia e a Associação de Bombeiros assinaram um contrato de permuta, o que permitiu ao município ficar com ao rés-do-chão do atual quartel de Bombeiros, no centro da cidade, que será transformado num parque de estacionamento público.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.