Bombardeiro B-52 despenha-se em base no Pacífico sem provocar vítimas


 

Lusa/AO online   Internacional   19 de Mai de 2016, 16:57

Um bombardeiro B-52 da Força aérea dos Estados Unidos despenhou-se pouco após ter descolado de uma base militar norte-americana em Guam, no Pacífico ocidental, mas a tripulação escapou ilesa, referiram responsáveis oficiais locais.

 

O avião militar, estacionado na base aérea Andersen, ia iniciar uma missão quando foram detetados uma série de problemas que implicaram a queda do aparelho.

Os media locais, incluindo o portal noticioso Kuam News, mostraram uma espessa nuvem de fumo negro provocado pelo incêndio da aeronave, que ficou totalmente carbonizada.

Os sete tripulantes conseguiram abandonar o avião por sua própria iniciativa, referiu o jornal local Pacific Daily News.

Guam, que pertence aos Estados Unidos como território integrado, mantém uma ampla presença militar norte-americana devido à sua decisiva posição estratégica para o controlo do oceano Pacífico.

As autoridades abriram uma investigação para determinar as causas do acidente, que segundo o Pacific Daily News foi motivado por uma falha técnica numa das asas do aparelho.

Este foi o segundo acidente em Guam de um B-52 em oito anos. Em julho de 2008 a queda de outro bombardeiro, 56 quilómetros a nordeste da ilha, provocou a morte de seis militares.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.