"Bloqueio económico" do leste separatista por Kiev é um "grande erro"


 

AO/Lusa   Internacional   16 de Nov de 2014, 10:20

O Presidente russo, Vladimir Putin, disse domingo à margem da Cimeira do G20, na Austrália, que a decisão de Kiev de acabar com o financiamento do leste separatista da Ucrânia era um "grande erro", porque corta as regiões disputadas do resto do país.

 

“Eu tomei conhecimento, através da comunicação social, dos bloqueios económicos a Donetsk e Lugansk. Penso que é um grande erro porque eles estão a retirar as suas próprias mãos desses territórios. Porquê?”, questionou Vladimir Putin em conferência de imprensa transmitida na televisão russa.

Putin acrescentou que Moscovo iria discutir o bloqueio com o Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko.

De acordo com Putin, o tema da crise ucraniana foi abordado apenas em reuniões bilaterais, não em reuniões conjuntas.

"A situação (na Ucrânia), em geral, tem boas perspetivas para um acordo, o que pode parecer estranho, mas todas as estruturas criadas em ambos os lados podem resolver os desafios que enfrentam, tendo em conta os interesses de todas as pessoas que vivem no território da Ucrânia e no sudeste do país ", disse ele.

O governo ucraniano ordenou, no sábado, o encerramento de todos os serviços públicos em áreas sob o controle de separatistas pró-russos no leste da Ucrânia, uma decisão que confirma a divisão de facto do país.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.