Bin Laden subornou funcionário para construir casa no Paquistão

Bin Laden subornou funcionário para construir casa no Paquistão

 

LUSA/AOnline   Internacional   26 de Dez de 2012, 17:15

O ex-líder da Al-Qaida, Usama bin Laden, subornou um funcionário dos registos paquistaneses para construir o complexo de Abbottabad, no norte do Paquistão, onde viveu os últimos anos de vida, noticiou o jornal paquistanês 'The News'.

Bin Laden pagou 50.000 rupias (cerca de 388 euros) ao funcionário e tomou nota do suborno numa agenda, recuperada após a sua morte, segundo uma fonte oficial citada pelo jornal sob condição de anonimato.

Usama Bin Laden foi morto em maio de 2011 em Abbottabad numa operação de forças especiais dos Estados Unidos.

No complexo havia “137.000 documentos” do líder da Al-Qaida, segundo a fonte. Os militares norte-americanos levaram a maior parte desse material e o restante, em que se incluía a referida agenda, foi apreendido pelas autoridades paquistanesas.

O funcionário dos registos foi interrogado pelas autoridades e afirmou que “desconhecia por completo que quem o estava a subornar era Usama Bin Laden”, segundo a fonte do ‘The News’.

O edifício, que as autoridades paquistanesas demoliram em fevereiro passado, tinha três pisos e era rodeado por um muro de quatro metros de altura. Das traseiras via-se a academia militar paquistanesa de Kakul.

Bin Laden viveu em Abbottabad entre 2005 e 2011, com as três mulheres e vários filhos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.