Política

Berta Cabral não revela que candidatura apoia à liderança do PSD

Berta Cabral não revela que candidatura apoia à liderança do PSD

 

Lusa / AO online   Regional   11 de Fev de 2010, 14:55

A presidente do PSD/Açores, Berta Cabral, escusou-se esta quinta-feira a tomar posição sobre as candidaturas à liderança nacional do partido, frisando que cada militante “apoia quem gostar” porque o voto é secreto.
“Cada um apoia quem gostar porque (a eleição) é por voto secreto e cada um emite a sua opinião na urna”, afirmou Berta Cabral, em declarações aos jornalistas em Ponta Delgada.

A líder regional social-democrata não fez qualquer comentário sobre os candidatos à liderança do PSD, considerando apenas que o partido “é rico em pessoas, em competências e em capacidades e, naturalmente, também é rico em candidaturas para a liderança”.

A Comissão Política Regional do PSD/Açores, na reunião de Janeiro, decidiu que esta estrutura regional se “recusa a alimentar divisões partidárias no plano nacional para a escolha do próximo líder”.

“Não tomaremos posição oficial sobre a eleição directa do líder nacional do partido”, referia o comunicado final da reunião, considerando que “cabe a cada militante escolher o candidato que entende melhor preparado para reorganizar o partido e pôr o país na ordem”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.