Berta Cabral acusa César de "Gostar mais de Sócrates do que dos Açores"

Berta Cabral acusa César de "Gostar mais de Sócrates do que dos Açores"

 

Lusa/AO On line   Regional   18 de Out de 2010, 06:50

 A presidente do PSD/Açores, Berta Cabral, criticou hoje a proposta de Orçamento de Estado para 2011 e acusou Carlos César, chefe do executivo regional, de “gostar mais de José Sócrates do que do povo açoriano”.

“Com a sua submissão envergonhada ao Orçamento de Estado, o PS/Açores demonstra mais uma vez que prefere o PS em vez dos Açores. Carlos César gosta mais de José Sócrates do que do povo açoriano”, afirmou Berta Cabral, numa declaração no final da reunião da Comissão Política Regional do PSD/Açores.

A líder regional social-democrata frisou que os Açores “ficam prejudicados em 20 milhões de euros” com o OE2011 proposto pelo Governo da República, acrescentando que “são menos 20 milhões para a economia regional, que tão necessitada está de estímulos ao investimento e ao consumo”.

Berta Cabral criticou ainda as medidas de apoio social anunciadas pelo executivo regional socialista, nomeadamente os aumentos do complemento de pensão e do abono de família, frisando que “no máximo, serão de 60 cêntimos e de 12 cêntimos, respetivamente”.

“O país e a região encontram-se numa situação muito difícil, mas é bom lembrar que quem nos conduziu a esta situação foi o PS e (o primeiro-ministro) José Sócrates, amigo de Carlos César e pouco amigo dos Açores”, afirmou a presidente do PSD/Açores.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.