Bento XVI inicia visita a um dos países europeus mais católicos

Bento XVI inicia visita a um dos países europeus mais católicos

 

Lusa/AO Online   Internacional   17 de Abr de 2010, 08:31

 O papa Bento XVI inicia hoje uma visita de dois dias a Malta, um dos países mais católicos da Europa e um dos visados pelos recentes escândalos de pedofilia eclesiástica.

O pontífice deverá chegar à ilha mediterrânica perto das 16:30 horas locais, sendo recebido pelo Presidente da República, George Abela, e pelo arcebispo de Malta, Paul Cremona.

Esta é a primeira deslocação ao estrangeiro do papa desde que foram divulgados vários casos de pedofilia no seio da Igreja católica.

A deslocação a Malta, a 14.ª viagem internacional do seu pontificado, é particularmente sensível porque também existem denúncias de abusos sexuais por parte de membros do clero deste país.

Segundo revelações recentes, 45 casos de pedofilia eclesiástica foram denunciados à Curia de Malta durante os últimos 11 anos.

Durante a visita, Bento XVI irá pronunciar um total de seis discursos, visitando sábado a gruta onde se refugiou São Paulo depois de um naufrágio há 1950 anos.

O papa celebra domingo uma missa ao ar livre em Floriana, nos arredores da capital La Valletta, numa praça com capacidade para cerca de 15 mil pessoas.

No mesmo dia, o pontífice reúne-se com cinco bispos da Conferência Episcopal de Malta e tem agendado um encontro com jovens católicos.

A deslocação do Papa à ilha foi alvo de protestos e algumas vítimas de abusos sexuais anunciaram a intenção de organizar uma manifestação ou outras ações, o que levou as autoridades da ilha a reforçarem o dispositivo de segurança.

Um grupo de vítimas solicitou, por escrito, um encontro com Bento XVI durante a sua deslocação à ilha.

O principal investigador da Congregação para a Doutrina da Fé, o maltês Charles Scicluna, divulgou sexta-feira, no Vaticano, que vai encontrar-se em junho com as vítimas maltesas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.