I Liga

Benfica vence Moreirense, mas já contra 10 e após susto inicial (vídeo)

Benfica vence Moreirense, mas já contra 10 e após susto inicial (vídeo)

 

AO/LUSA   Futebol   21 de Set de 2014, 18:51

Os futebolistas Eliseu, Maxi Pereira e Lima deram hoje a vitória ao Benfica diante do Moreirense (3-1), num encontro da quinta jornada da I Liga marcado pelo golo inaugural dos forasteiros e a expulsão de Marcelo Oliveira.

Veja os vídeos da partida aqui.

Na estreia absoluta do guarda-redes Júlio César como titular pelos "encarnados", o Moreirense, que nunca conquistou qualquer ponto no Estádio da Luz, ainda acreditou no sonho ao adiantar-se no marcador, aos 16 minutos.

João Pedro apareceu nas costas de Eliseu e respondeu positivamente a uma assistência de Arsénio. Contudo, uma ponta final magistral dos "encarnados" não deu qualquer hipótese à equipa comandada por Miguel Leal, que se viu privada de Marcelo Oliveira por expulsão, aos 57 minutos.

Antes, Lima poderia ter colocado os "encarnados" na condição de vencedor, mas o avançado quis demasiado o golo e acabou por falhar. Recebeu a bola de Talisca, fletiu da esquerda para a direita, entrou na área, tirou um adversário da frente e, no momento do remate, permitiu que o guarda-redes Marafona fizesse a mancha e cedesse canto.

Numa primeira parte para esquecer, Jorge Jesus, aos 34 minutos, retirou o médio grego Samaris do jogo e colocou em campo Derley. Com esta alteração, Talisca recuou no terreno, passando a fazer dupla com Enzo Perez, e o Benfica passou a tomar conta da posse de bola. Contudo, devido à falta de velocidade nas transições defesa/ataque, não conseguiu materializar essa superioridade.

No segundo tempo, o Benfica manteve os olhos postos na baliza de Marafona e a lentidão nas transições. A somar a isto, algumas perdas de bola na fase de construção, às quais se junta o desacerto defensivo de Eliseu - que repetiu a fraca exibição que fez diante do Zenit -, iam facilitando a tarefa do Moreirense, equipa que apenas se desorganizou depois da expulsão de Marcelo Oliveira, aos 57 minutos, após jogada individual de Talisca.

Com mais um elemento em campo, o Benfica passou a ter mais espaço para a troca de bola e começou a dar velocidade ao jogo. Eliseu, aos 69 minutos, igualou a partida, com uma "bomba" de fora da área e "limpou" a fraca imagem que estava a ter no encontro.

Oito minutos depois, uma defesa incompleta de Marafona, a um cruzamento na esquerda de Gaitan, colocou a bola nos pés de Maxi Pereira, que protagonizou a reviravolta.

Lima acabou por quebrar o jejum de golos de grande penalidade, inexistente. Aos 83 minutos, entrou na área e, a um metro de Anilton Júnior, atirou-se para o chão, sem qualquer contacto, enganando o árbitro bracarense Luís Ferreira.

Com este triunfo, o Benfica passou a somar 13 pontos, mais três do que na época passada à quinta jornada, e isola-se provisoriamente no comando da I Liga, esperando um deslize do FC Porto mais logo diante do Boavista.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.