Taça de Portugal

Benfica vence Académica e apura-se para a quinta ronda

Benfica vence Académica e apura-se para a quinta ronda

 

Lusa/AO   Futebol   9 de Dez de 2007, 21:06

Benfica qualificou-se para a quinta eliminatória da Taça de Portugal em futebol, ao vencer por 3-1 na recepção à Académica, em jogo da quarta ronda da prova, disputado no Estádio da Luz, em Lisboa.
O Benfica apurou-se para a quinta eliminatória da Taça de Portugal em futebol, ao bater em casa a Académica por 3-1, com novo "bis" do avançado paraguaio Oscar Cardozo, em jogo da quarta ronda, entre dois primodivisionários.
Cardozo, que tinha marcado os dois golos encarnados no triunfo (2-1) sobre o Shakhtar Donetsk, voltou a garantir nova vitória do Benfica, com remates certeiros aos 45 e 86 minutos, depois de Luisão ter aberto a contagem (40), num jogo em que a equipa da Luz ainda tremeu após o tento de N'Doye, no inicio da segunda parte (53).
Com este resultado, o Benfica garantiu o acesso à quinta ronda da Taça de Portugal, prova que venceu pela última vez em 2004, com José Antonio Camacho no comando técnico, enquanto que a Académica ainda não quebrou o "feitiço" de 34 anos sem conseguir vencer a formação lisboeta.
No rescaldo do apuramento para a Taça UEFA, Camacho poupou os habituais titulares Quim, David Luiz, Katsouranis e Rui Costa e lançou para os respectivos lugares Butt, Edcarlos, Binya e Nuno Assis, apostando na dupla atacante Nuno Gomes/Cardozo, apoiada pelo argentino Di Maria.
O treinador dos "estudantes", Domingos Paciência, não mostrou receio por estar a jogar no Estádio da Luz e apresentou um trio avançado formado por Hélder Barbosa, Lito e Joeano, com o senegalês N´Doye a ter a responsabilidade de construir as jogadas de ataque da "Briosa".
Com os homens da Académica a defender todos atrás da linha da bola, o Benfica incomodou Pedro Roma logo aos oito minutos, com um remate de cabeça de Edcarlos ao poste, após um canto de Di Maria.
Com o extremo argentino muito activo, tanto na esquerda como na direita, os "encarnados" partiram para cima da defesa dos "estudantes" e Cardozo teve duas boas oportunidades (15 e 31 minutos) para inaugurar o marcador. 
Primeiro, o paraguaio rematou por cima da baliza da Académica, após boa combinação com Nuno Gomes, e depois, quando já tinha passado pelo guarda-redes dos "estudantes", acabou por tropeçar na bola, que foi parar caprichosamente às mãos de Pedro Roma.
Aos 40 minutos, sem grande surpresa, o Benfica chegou à vantagem, através de um canto marcado por Nuno Assis, que o defesa brasileiro Luisão correspondeu com um desvio certeiro de cabeça para o fundo das redes adversárias.
Após uma pequena reacção dos visitantes, com Joeano a aparecer solto na área encarnada, mas a rematar ao lado da baliza do tranquilo Butt, o Benfica chegou ao segundo golo, após um fantástica jogada de Léo pelo centro do terreno, que culminou com um remate vitorioso de Óscar Cardozo.
No regresso dos balneários, Léo saiu lesionado (foi substituído por Luís Filipe) e a Académica aproveitou alguma desorientação da defesa encarnada" para encurtar a desvantagem, com um remate de longe do senegalês N'Doye, num lance em que Butt pareceu mal batido.
O golo moralizou a "Briosa" e foi por pouco que a equipa de Domingos Paciência não conseguiu o empate, desta vez com o guarda-redes alemão do Benfica a responder bem a um remate de cabeça de Joeano.
Depois de um bom disparo de Di Maria às redes laterais (63 minutos) e quando parecia que a equipa da Luz queria "matar" o jogo, Hélder Barbosa voltou a assustar os adeptos da casa, com um remate de fora da área que embateu no poste de Butt.
Depois de uma fase mais nervosa do Benfica, com muitos passes falhados e faltas cometidas perto da área, Cardozo confirmou a passagem à próxima ronda da Taça de Portugal com novo golo, desta vez de cabeça, após centro de Nuno Gomes, aos 86 minutos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.