Benfica fecha o ano na liderança com "hat-trick" de Cardozo

Benfica fecha o ano na liderança com "hat-trick" de Cardozo

 

LUSA/AOnline   Futebol   15 de Dez de 2012, 20:57

O Benfica não falhou hoje a sua "obrigação" de bater na Luz o Marítimo (4-1) e vai mesmo encerrar o ano instalado na posição de líder da I Liga portuguesa de futebol.

Uma noite em que Cardozo, com "hat-trick" e 100 golos no principal
campeonato, e Ola John acabaram por ser os grandes “heróis”, o que Jorge Jesus
bem percebeu, ao substituí-los – já com a vitória definida – para a inevitável
ovação.

O jogo, da 12.ª jornada, seguiu o “guião” que se esperava, com o Marítimo a
praticar um futebol aberto, mas o Benfica sempre mais ofensivo, mesmo depois de
chegar à vantagem de dois golos, ao minuto 69.

O peso do historial das visitas do Marítimo ao Benfica era claramente
favorável aos “encarnados”, que em 33 jogos só perderam uma vez e só por quatro
vezes repartiram pontos. A 28.ª vitória do Benfica sobre os madeirenses – pelos
mesmos números da última época - não foi, no entanto, tão fácil como se poderia
pensar face ao resultado e o historial entre os dois emblemas.

A tendência de jogo, hoje à noite, foi a já muitas vezes vista na Luz: uma
equipa a jogar recuada nas suas linhas e a ter como primeira opção o
contragolpe. Mas com uma diferença importante – a qualidade de jogo do Marítimo,
na troca de bola, posicionamento e marcações, é bem acima da média.

O Benfica começou, como é seu apanágio, lançado para o ataque, e, também como
é habitual, desacelerou um pouco a meio do primeiro tempo. O 1-0 para o Marítimo
chegaria nessa fase, ao minuto 25, com Rodrigo António a rematar uma bola
aparentemente com pouco perigo, mas com Artur desatento.

Oscar Cardozo, que chegou a ser vaiado pela lentidão e perdas de bola, fez o
empate aos 34, num fácil cabeceamento, após assistência, de cabeça, de Sálvio.
Todo o mérito, no lance, para Ola John, que na esquerda “arrancou” um de vários
centros bem calibrados.

O ponta de lança paraguaio voltou aos golos já na segunda parte, aos 66
minutos, na cobrança, perfeita, de uma grande penalidade, após mão na bola (e
expulsão) de Roberge.

E volvidos três minutos “matou” o jogo, fazendo o 3-1, após sucessivos erros
da defesa madeirense que lhe deixarem a bola nos pés.

Ao seu estilo, o “Tacuara” esteve onde devia e com o “hat-trick” ultrapassou
o portista Jackson Rodriguez no comando da lista dos melhores marcadores, tendo
atingido aos 100 golos na Liga nos cinco anos e meio que leva em no Benfica.

Saiu aos 86 minutos, para a esperada ovação dos cerca de 30 mil espetadores
nas bancadas, que três minutos antes já tinha aplaudido a saída de Ola John,
pelo “jogão” que fez – cada vez mais, o lado esquerdo é dele.

Ainda houve tempo para um quarto golo da equipa anfitriã, aos 88 minutos, a
concluir uma jogada que passou por Melgarejo e Matic.

O Benfica fecha assim 2012 – não haverá mais jogos para a Liga, até ao fim do
ano – com uma vantagem de três pontos sobre o FC Porto, que viu o seu jogo da
jornada, contra o Vitória de Setúbal, adiado para finais de janeiro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.