Liga Sagres

Benfica bate Sporting e recupera vantagem de seis pontos

Benfica bate Sporting e recupera vantagem de seis pontos

 

Lusa/Aonline   Futebol   13 de Abr de 2010, 22:21

O Benfica está a sete pontos de conquistar o título nacional, depois de derrotar em casa o Sporting, por 2-0, em jogo que encerrou a 26ª jornada da Liga Sagres

O Benfica está a sete pontos de conquistar o título nacional, depois de derrotar em casa o Sporting, por 2-0, em jogo que encerrou a 26ª jornada da Liga Sagres.
Pressionado pela vitória do Sporting de Braga, frente à União de Leiria, no passado fim-de-semana, o Benfica não conseguiu na primeira parte anular a estrutura montada pelo Sporting e só com a entrada de Pablo Aimar conseguiu libertar-se e garantir o triunfo.
Os golos de Óscar Cardozo, aos 68 minutos, e de Aimar, aos 78, permitiram ao Benfica manter os seis pontos de vantagem sobre o Sporting de Braga, segundo classificado, e aumentar para 26 o avanço sobre o Sporting, quarto.
Sem poder contar com os habituais titulares Maxi Pereira e Javier Saviola, o treinador do Benfica, Jorge Jesus, apostou em Ruben Amorim para a lateral direita e em Eder Luís para fazer companhia a Óscar Cardozo no ataque, relegando Pablo Aimar para o banco de suplentes.
No Sporting, o técnico Carlos Carvalhal apostou em João Pereira para a ala direita, à frente de Abel, com o intuito de parar o perigoso flanco esquerdo do Benfica, com Fábio Coentrão e Angel Di Maria.
Apesar de ter mais posse de bola, o Benfica não conseguia  aproximar-se com perigo da baliza dos leões, que dispuseram das duas primeiras oportunidades, por Tonel, aos 10 minutos, na sequência de um canto, e por João Pereira, aos 16, que concluiu mal um contra-ataque.
Sem conseguir fazer rápidas transições, o Benfica tentou muitas vezes os lançamentos longos para Cardozo e só de bola parada atirou à baliza de Rui Patrício, com o remate mais perigoso a surgir em tempo de compensações, por Cardozo, mas ao lado.
Já com Pablo Aimar em campo, que, ao intervalo, substituiu o “ausente” Eder Luís, o Benfica fez o primeiro remate perigoso de bola corrida, com Carlos Martins a atirar ligeiramente ao lado.
O Sporting, menos fresco fisicamente, respondeu por Abel, aos 67 minutos, mas Quim defendeu bem o remate do lateral leonino”
No minuto seguinte, Cardozo, mesmo a coxear, depois de um toque de Miguel Veloso, inaugurou o marcador, desviando na pequena área um cruzamento de Fábio Coentrão.
Aos 78 minutos e sem que o Sporting mostrasse capacidade de reacção, o Benfica sentenciou a partida, com o golo de Aimar, que, isolado por Ramires, passou por Rui Patrício e rematou para a baliza “deserta”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.