BE defende criação do provedor do munícipe em Ponta Delgada

BE defende criação do provedor do munícipe em Ponta Delgada

 

Lusa/AO online   Regional   19 de Jul de 2017, 17:58

O cabeça de lista do Bloco de Esquerda à Câmara de Ponta Delgada, defendeu a criação do provedor do munícipe, considerando que esta figura será "mais um elemento de controlo da gestão autárquica".

"Privilegiamos a criação do provedor do munícipe para reforçar a articulação entre os munícipes e o executivo municipal", afirmou à agência Lusa Kol de Carvalho, referindo que, "ao fazer esta articulação entre os munícipes e a vereação, o provedor consegue transmitir à vereação os erros, mas também sugestões ou recomendações".

Para o candidato, que está a reunir com as 24 juntas de freguesia do concelho, esta figura "acaba por ser mais um elemento de controlo da gestão autárquica que, muitas vezes, não se faz entre os próprios vereadores e entre os órgãos municipais".

"Solicitámos uma conversa informal às juntas no intuito de auscultarmos os pontos fortes e fracos de cada uma, para reforçar o nosso diagnóstico para cada uma delas", explicou Kol de Carvalho, independente que se candidata pelo Bloco.

Hoje está prevista uma reunião em Santa Clara e na quinta-feira no Livramento.

Segundo o cabeça de lista, a candidatura "privilegia uma gestão autárquica de proximidade, de transparência e de participação cívica" e a forma de a exercer passa, também, pela "consulta dos eleitos nas diferentes freguesias".

"Vamos continuar a realizar estes encontros tanto quanto as juntas nos possibilitem fazer", adiantou Kol de Carvalho, destacando que a "valorização da cidadania é uma forma de assegurar a transparência, a fluidez e a acessibilidade à informação das atividades dos órgãos autárquicos".

Nesse sentido, salientou a importância da "consulta prévia pública, a participação na assembleia municipal, o orçamento participativo, as petições, os referendos e o provedor do munícipe.

A Câmara de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, é liderada pelo PSD, com cinco mandatos, enquanto o PS tem quatro eleitos.

Às eleições autárquicas de 01 de outubro são também candidatos o atual presidente, José Manuel Bolieiro (PSD), Vítor Fraga (PS), Rui Matos (PPM), Rui Teixeira (CDU), José Azevedo (Livre) e Pedro Neves (PAN).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.