BE contesta intervenção do Governo em empresas

BE contesta intervenção do Governo em empresas

 

Lusa / AO Online   Regional   28 de Fev de 2010, 08:23

A líder regional do Bloco de Esquerda nos Açores, Zuraida Soares, acusou o executivo regional, de maioria socialista, de intervir nas empresas apenas quando estão em causa “determinados grupos económicos”.

Zuraida Soares, que falava na Horta, Faial, na conferência de imprensa que encerrou a reunião da Comissão Coordenadora Regional do BE, referiu como exemplo de intervenção “sem critérios nem transparência” os recentes casos da açucareira SINAGA e da Verdegolf.

“Percebe-se muito mal como é que o governo intervêm na SINAGA e depois atribui 800 mil euros a um administrador”, afirmou, frisando que se tratou de “um prémio à má gestão”.

Zuraida Soares referia-se à aquisição pelo executivo regional de 51 por cento do capital da açucareira açoriana, num investimento de 800 mil euros.

A líder regional do BE contestou também a intervenção do executivo na Verdegolf, a empresa que gere os dois campos de golfe de S. Miguel, por entender que o que o governo fez foi “alugar a Verdegolf” durante um ano.

O executivo regional anunciou recentemente ter assumido pelo período de um ano a gestão dois campos de golfe das Furnas e da Batalha, para assegurar um nível de qualidade de acordo com a importância estratégica que o golfe tem para o turismo nos Açores.

Para a líder regional do BE, o governo “não devia assumir a má gestão das empresas privadas”, frisando que essa intervenção compensa quem geriu mal.

Por outro lado, Zuraida Soares afirmou não entender por que motivo o executivo regional ainda não interveio na conserveira COFACO, que anunciou o encerramento da fábrica no Faial e pretende mudar as 42 trabalhadoras para a unidade que possui na vizinha ilha do Pico.

“Se o governo quer ajudar as empresas, só tem uma solução, apoiar, mas com a contrapartida de que essas empresas não vão despedir trabalhadores”, defendeu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.