BE apela ao voto e diz que só faz pré-acordos com os Açores

BE apela ao voto e diz que só faz pré-acordos com os Açores

 

Lusa/AO Online   Regional   2 de Set de 2016, 16:25

A coordenadora do BE/Açores e candidata pelo círculo de São Miguel às eleições regionais de 16 de outubro apelou hoje ao voto no partido e destacou que só faz pré-acordos com os Açores e com o seu povo.

“O BE não concorre contra o PS. O Bloco concorre a favor dos Açores, a favor da luta por melhores Açores e por uma melhor vida para todos e todas que aqui vivem”, afirmou Zuraida Soares, após a entrega, no Tribunal Judicial de Ponta Delgada, da lista do BE pelos círculos eleitorais de São Miguel e compensação.

A candidata, que é atualmente a única deputada do BE no parlamento dos Açores, assegurou que a campanha do partido será feita pela positiva e não contra nenhuma força partidária, apelando aos eleitores para que “confiem nas propostas do Bloco, debatam-nas e avaliem-nas”.

“Se a avaliação for positiva, votem no BE. Se desses votos resultar que o PS, que neste momento tem maioria absoluta, a perca, isso será o resultado do jogo democrático”, disse Zuraida Soares, acrescentando que o Bloco de Esquerda está de “consciência tranquila quanto ao que fez”, num trabalho parlamentar que já dura há oito anos.

Aos jornalistas, a candidata referiu que os bloquistas estão “novamente disponíveis, empenhado, entusiasmados nesta tarefa muito gratificante de representar todos e todas na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores”, mas para isso “precisamos, obviamente, que confiem em nós e nos deem o seu voto”.

“Se um deputado do BE na Assembleia dos Açores incomoda tanta gente, açorianos e açorianas imaginem como é que mais deputados e mais deputadas do BE não incomodariam muito mais”, destacou Zuraida Soares, reafirmando que o objetivo do partido no sufrágio de 16 de outubro passa por obter “mais representatividade” no parlamento.

Nos Açores, onde o PS governa há 20 anos, há nove círculos eleitorais, coincidentes com cada uma das ilhas, e um círculo regional de compensação.

Nas últimas eleições regionais, em 2012, o PS conquistou 31 dos 57 lugares do parlamento regional, enquanto o PSD, o maior partido na oposição, obteve 20 mandatos. O CDS-PP tem três deputados, enquanto BE, PCP e PPM conseguiram um mandato cada.

O círculo de São Miguel vai eleger no sufrágio de 16 de outubro 20 deputados, mais um do que em 2012.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.