Banca

BCE empresta 489 mil milhões de euros aos bancos da zona euro


 

Lusa/AO online   Economia   21 de Dez de 2011, 15:29

O Banco Central Europeu (BCE) acordou emprestar um total de 489.190,75 milhões de euros a 523 bancos da zona euro, à taxa de juro fixa de um por cento, a um prazo de três anos.
O montante a conceder pela autoridade monetária europeia é superior à previsão avançada dos economistas contactados pela agência de notícias financeira Bloomberg que estavam a prever que o BCE emprestasse 283 mil milhões de euros. O montante concedido pelo BCE superou o recorde estabelecido a 24 de Junho de 2009.

Segundo a Bloomberg, trata-se da “última tentativa” até ao final do ano para manter a fluidez do crédito à economia numa fase em que a banca na zona euro se confronta com a crise da dívida soberana.

A taxa de juro dos fundos atribuídos tem uma taxa juro fixa de um por cento, igual à taxa de referência do BCE (Refi), mas para um prazo de três anos.

A 24 de Junho a autoridade monetária europeia emprestou 442,240.5 milhões aos bancos da zona euro, naquele que foi o primeiro leilão de liquidez a um ano, tendo participado 1.121 bancos.

No início de Dezembro passado, o presidente do BCE, Mário Draghi, anunciou que o Banco Central Europeu (BCE) ia fazer duas operações de refinanciamento a três anos, à taxa fixa, resgatáveis passado um ano.

Assim, o BCE vai realizar outra operação deste tipo a 20 de Fevereiro de 2012.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.