Barómetro do Turismo antevê queda no outono e inverno

Barómetro do Turismo antevê queda no outono e inverno

 

Lusa/AO online   Economia   1 de Out de 2012, 15:28

O Barómetro Academia do Turismo antecipa uma queda do turismo nacional no outono e inverno, face a 2011, sendo a conjuntura económica a principal razão invocada pelos empresários para esta queda, segundo a 40.ª edição do barómetro divulgada esta segunda-feira.

Dois terços dos inquiridos - entre os quais empresários de turismo, hoteleiros, responsáveis de associações, de universidades e câmaras municipais - estimam uma quebra nas receitas do setor e metade antecipa uma diminuição do número de turistas e de dormidas no outono e inverno.

Das dezenas de inquiridos, a maioria acredita que a conjuntura económica que o país atravessa vai “contagiar” o desempenho do turismo nacional e elege a situação económica e financeira de Portugal e da Europa, a par da diminuição do poder de compra, como o principal motivo para a quebra dos indicadores do desempenho.

A promoção nos mercados tradicionais e emergentes com ações de publicidade e eventos e a redução da fiscalidade e do IVA na restauração são as “medidas” mais defendidas pelo setor para contrariar os efeitos da crise e melhorar o desempenho do turismo nacional.

Os especialistas acreditam que a Alemanha e o Brasil são os mercados para os quais o turismo nacional deve direcionar as atenções, aparecendo Espanha apenas na sétima posição na lista dos mercados prioritários.

Apesar das perspetivas negativas para os próximos meses, o índice médio de confiança mantém-se em território positivo, situando-se nos 58,2 pontos, numa escala de 0 a 100.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.