Bancos regressaram à rendibilidade em 2015 após quatro anos negativos

Bancos regressaram à rendibilidade em 2015 após quatro anos negativos

 

Lusa/AO online   Economia   29 de Mar de 2016, 14:48

O sistema bancário português voltou a apresentar rendibilidade em 2015, após quatro anos negativos, divulgou o Banco de Portugal, justificando sobretudo com a redução do fluxo de imparidades.

 

O Banco de Portugal publicou hoje um documento com os Desenvolvimentos Recentes do Sistema Bancário Português, referente ao último trimestre de 2015.

O regresso à rendibilidade é dos bancos em 2015 destaca-se, com o regulador e supervisor bancário a referir que no ano passado "a rendibilidade do sistema bancário retomou valores positivos, depois de ter sido negativa entre 2011 e 2014".

Segundo o banco central, a rendibilidade dos capitais próprios (ROE) passou de -19,2% em 2014 para 2,8% em 2015, enquanto a rendibilidade dos ativos (ROA) passou de -1,3% para 0,2%.

Estes dados excluem o efeito BES/Novo Banco, mas o Banco de Portugal diz que, mesmo incluindo esse efeito, ambos os indicadores melhoraram em 2015 e fixaram-se em valores positivos.

A justificar esta melhoria está o fluxo de imparidades (perdas potenciais), que "em 2015 diminuiu para cerca de metade do valor de 2014", ainda que "permanecendo em níveis elevados".

A rendibilidade é um indicador que mede o retorno financeiro do investimento feito, sendo que, quanto maior, melhor é a utilização do investimento.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.