Dia da Juventude

Ban Ki-moon apela aos jovens para "falarem ousadamente"

 Ban Ki-moon apela aos jovens para "falarem ousadamente"

 

Lusa/AO Online   Internacional   12 de Ago de 2015, 07:55

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, apelou aos jovens para "falarem ousadamente" e aos líderes para os ouvirem, na sua mensagem para o Dia Internacional da Juventude, que hoje se assinala.

Segundo Ban Ki-moon, “novas ameaças, extremismos violentos, condições políticas em mudança, situações de instabilidade económica e transformações sociais conjugam-se para aumentar os desafios enfrentados pelos jovens de todo o mundo” e “ninguém sabe melhor do que eles quais são os problemas em jogo e a melhor maneira de os resolver”.

O secretário-geral da ONU considerou que os jovens são “parceiros valiosos na promoção de soluções eficazes”, evocando os movimentos da juventude e grupos de estudantes que defendem “um novo contrato social entre os Estados e a sociedade”.

“Aplaudo os milhões de jovens que protestam pelos seus direitos e participação, destacando o problema das enormes taxas de desemprego jovem, fazendo ouvir as suas vozes contra a injustiça e promovendo uma ação global em prol das pessoas e do planeta”, referiu Ban.

Assim, pede aos jovens que “exijam e promovam o progresso que é necessário” para o mundo e indica que “o voluntariado é uma das formas ideais de contribuição para melhorar a sociedade”.

A propósito do tema deste ano do Dia da Juventude, “Jovens e participação cívica”, Ban Ki-moon recorda a mensagem do enviado da ONU para a Juventude, Ahmad Alhendawi: “o envolvimento da juventude pode ajudar a transformar o mundo que queremos no mundo que merecemos”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.