Sociedade

Baixa escolarização e falta de competências potenciam pobreza

Baixa escolarização e falta de competências potenciam pobreza

 

Lusa / AO online   Regional   15 de Abr de 2010, 17:03

A presidente da Cáritas dos Açores, Anabela Borba, apontou esta quinta-feira a inexistência de uma política de desenvolvimento, a baixa escolarização e falta de competências como principais causas que contribuem para as situações de pobreza no arquipélago.
“Depois da revolução vieram as infra-estruturas, que faziam efectivamente falta aos Açores, mas depois disso ainda não houve o investimento suficiente na qualificação que é necessária para haver progresso”, afirmou Anabela Borba, que falava à Lusa em Angra do Heroísmo, à margem do seminário 'Pobreza e Exclusão Social - novos desafios de intervenção'.

Para a presidente da Cáritas dos Açores, “a escola não é inclusiva, não ajuda a definir projectos pessoais e não é exigente”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.