Bairro de Óbidos recupera normalidade


 

Lusa / AO online   Nacional   4 de Mar de 2010, 10:43

A moradia de Óbidos alugada por dois alegados etarras permanece, um mês depois da descoberta de 800 quilos de explosivos, exactamente como as autoridades a deixaram, desconhecendo-se ainda quando voltará a ter novos inquilinos.
Fonte da empresa de mediação imobiliária que há dois anos alugava a casa disse à Lusa que está a “aguardar indicação” das autoridades para poder voltar a colocar a vivenda no mercado de arrendamento.

A mesma fonte adiantou que os proprietários residem no estrangeiro e que o contrato que tinha feito com “os dois senhores” tinha a duração de um ano e era renovável.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.