Avião iraniano despenha-se com 157 passageiros a bordo, 42 feridos


 

lusa   Internacional   24 de Jan de 2010, 15:41

Pelo menos 42 pessoas ficaram feridas hoje com vários graus de gravidade num acidente aéreo durante um voo doméstico iraniano, na cidade de Mashad do leste do Irão, informaram fontes locais.

As autoridades iranianas não excluem a possibilidade de haver um número indeterminado de vítimas mortais, embora ainda não haja um balanço oficial.

Segundo a agência de notícias Ilna, o avião Tupolev da operadora aérea Taban, que transportava 157 pessoas e era procedente da cidade ocidental de Abadan, estatelou-se na pista quando tentava aterrar de emergência devido a um incêndio a bordo.

"Pelo menos 42 pessoas foram transportadas para hospitais da zona para tratamento, mas ainda não temos dados sobre possíveis vítimas mortais", declarou à agência Gholam Reza Mahsumi, director-geral dos Serviços de Emergência do Irão.

O Irão possui uma frota aérea em estado crítico, afectada pelas sanções internacionais económicas e financeiras que o país enfrenta e que complicam a sua renovação e manutenção.

Desde que as medidas punitivas foram impostas na década de 1980, a aviação iraniana sofreu vários acidentes com mais de uma centena de mortos.

Em 15 de Julho passado, 168 pessoas morreram num acidente com um avião de passageiros na província de Qazvin, a 200 quilómetros a noroeste de Teerão, numa das piores tragédias aéreas da história do Irão.

O aparelho desse acidente, um Tupolev de fabrico russo com 153 passageiros e 15 membros da tripulação, partira do aeroporto de Teerão em direcção a Erevan, capital da Arménia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.