Política

Avaliação do OTLJ divide jotas

Avaliação do OTLJ divide jotas

 

Olímpia Granada   Regional   9 de Jul de 2010, 10:29

O líder regional da JSD afirmou quinta-feira que o Governo Regional revelou “falta de sensibilidade” ao efectuar cortes nas verbas destinadas ao programa Ocupação de Tempos Livres dos Jovens (OTLJ), alegando que a iniciativa é de “maior importância” para a formação da juventude açoriana.
Cláudio Almeida disse que em causa estão cerca de 1500 jovens que se candidataram ao programa e ficaram sem colocação, devido aos cortes orçamentais.

 A JS reagiu em comunicado alegando “desconhecimento” e defendendo “princípios de equilíbrio orçamental.”

Diz a JS que o total orçamentado para todos os programas de Ocupação de Tempos Livres - que a jota laranja quer ver reforçado em 2011 -, é de 1 ME.

A nota, assinada pelo líder da JS, Berto Messias, diz ainda que se candidataram menos jovens.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.