Autorizado concurso para recuperar cinema construído pelos EUA em Santa Maria


 

Lusa/AO Online   Regional   5 de Fev de 2016, 12:26

O Conselho do Governo dos Açores autorizou a abertura do concurso público para recuperar o cinema do aeroporto de Santa Maria, construído pelos Estados Unidos da América, um investimento de quatro milhões de euros, foi hoje anunciado.

 

Na apresentação do comunicado do Conselho do Governo, em Ponta Delgada, ilha de São Miguel, a secretária regional adjunta da Presidência para os Assuntos Parlamentares, Isabel Rodrigues, informou que foi autorizada “a abertura de um concurso público para a adjudicação da empreitada de reabilitação do cinema do aeroporto de Santa Maria”, com preço base de quatro milhões de euros e um prazo de execução de 540 dias.

“Esta obra insere-se nas políticas de salvaguarda do património histórico de Santa Maria e do património cultural da região prosseguidas pelo Governo dos Açores”, assinalou Isabel Rodrigues, explicando que “a reabilitação do edifício, construído pelos norte-americanos durante a II Guerra Mundial, é a concretização de um compromisso que o executivo regional assumiu” com a população e que vai permitir dotar a ilha de um “equipamento cultural em linha com os demais existentes no arquipélago”.

Segundo a governante, o futuro cinema do aeroporto de Santa Maria “será dotado de condições para espetáculos de teatro, dança, música e cinema e para a realização de conferências”.

O estudo prévio do projeto de recuperação do cinema do aeroporto de Santa Maria, uma sala com 501 lugares que está fechada desde 2007 por motivos de segurança, dado o estado de degradação, foi apresentado em maio do ano passado pela Secretaria Regional da Cultura e Educação dos Açores.

Na ocasião, o secretário regional Avelino Meneses afirmou que esta é uma "casa que conta muito da história contemporânea de Santa Maria".

A Força Aérea dos Estados Unidos da América (EUA) instalou-se em Santa Maria durante a II Guerra Mundial e ali teve uma base aérea até ir para as Lajes, na ilha Terceira, no início dos anos de 1950.

Como fizeram posteriormente nas Lajes, os EUA construíram em Santa Maria uma pequena cidade para os seus militares, com habitações e infraestruturas como este cinema.

Essas infraestruturas passaram depois para a tutela nacional e, décadas mais tarde, de forma progressiva, para a propriedade da Região Autónoma dos Açores.

O projeto para o edifício do cinema prevê a recuperação e preservação da estrutura original, que é toda em madeira, o aumento do palco e a redução de lugares (para 278), a criação de um bar, a construção de um parque de estacionamento e o reforço das fundações, que são pouco profundas, dado que esta foi uma infraestrutura pensada para ser temporária.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.