Internacional

Autoridades receiam mais de 600 mortos provocados por tempestade tropical

Autoridades receiam mais de 600 mortos provocados por tempestade tropical

 

LUSA/AOnline   Internacional   17 de Dez de 2011, 19:52

As autoridades das Filipinas receiam que mais de 600 pessoas tenham morrido devido à passagem da tempestade tropical “Washi”, que provocou cheias em várias zonas do país.

As equipas de socorro anunciaram que 440 pessoas morreram e cerca de 200 foram dadas como desaparecidas, depois de a tempestade ter provocado o caos e destruído bairros inteiros ao travesear o país na última madrugada, noticiou a AFP.

Segundo as autoridades filipinas, 20.000 soldados foram mobilizados para uma grande operação de busca e salvamento ao longo da costa norte da ilha de Mindanau, onde os principais portos de Cagayan de Oro e Iligan foram gravemente afetados, registando pelo menos 215 e 144 mortos, respetivamente.

Em Iligan, as águas inundaram um quarto da área da cidade, de 100.000 habitantes, disse o presidente do município, Lawrence Cruz.

“São as piores inundações da história da nossa cidade. Aconteceu muito rapidamente, quando as pessoas estavam a dormir”, afirmou Cruz à televisão filipina GMA.

O presidente filipino, Benigno Aquino, manifestou-se preocupado com a dimensão da tragédia e pediu aos departamentos governamentais que identifiquem áreas do país que sejam mais vulneráveis a inundações.

As Filipinas são atingidas anualmente por cerca de 20 tempestades tropicais e tufões, a maioria dos quais registados no norte do país.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.