Autoridades investigam aumento "anormal" do consumo de vitamina D

Autoridades investigam aumento "anormal" do consumo de vitamina D

 

Lusa/Açoriano Oriental   Nacional   22 de Abr de 2017, 15:57

O Infarmed, a Direção-Geral de Saúde (DGS) e o Instituto Ricardo Jorge (INSA) vão avançar com uma avaliação "firme e rigorosa" do diagnóstico e tratamento do défice de vitamina D, devido ao forte aumento do consumo destes medicamentos.

"Dados recolhidos pelo Infarmed mostram uma duplicação dos encargos entre 2015 e 2016, valor esse que quintuplica em dois anos, passando de 1,1 milhões de euros para 5,7 milhões [de euros], incluindo medicamentos com e sem comparticipação", revelou hoje em comunicado a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed).

Já o financiamento no Serviço Nacional de Saúde (SNS) aumentou de 779 mil euros para 2,1 milhões num ano, segundo a mesma entidade.

"Estes valores, só por si, não permitem concluir que há um sobretratamento do défice de Vitamina D", sublinhou o Infarmed, acrescentando que "a discrepância de valores nos resultados publicados em dois estudos diferentes justifica uma avaliação profunda e esclarecedora nesta área".

Assim, o Infarmed, em colaboração com a DGS e o INSA, está a averiguar quais as razões que justificam este "aumento anormal" da utilização de medicamentos contendo vitamina D.

Segundo o Infarmed, esta investigação está a ser efectuada em diversas vertentes, desde logo, relativamente às metodologias utilizadas na determinação dos níveis sanguíneos de vitamina D, à racionalidade clínica na prescrição de medicamentos com vitamina D, e às práticas promocionais daqueles medicamentos por parte das empresas farmacêuticas.

O Infarmed alerta que os medicamentos com vitamina D, como qualquer medicamento, não são isentos de efeitos adversos e devem ser utilizados apenas quando existe clara indicação clínica.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.