Autoridades assumem que estão mortos 58 desaparecidos na torre de Londres

Autoridades assumem que estão mortos 58 desaparecidos na torre de Londres

 

LUSA/AO Online   Internacional   17 de Jun de 2017, 15:45

As autoridades britânicas assumem que 58 pessoas desaparecidas no incêndio na torre Grenfell, em Londres, são consideradas como mortas, o que faz elevar o número de vítimas mortais para 88 pessoas.

Segundo as agências internacionais de notícias, o responsável da polícia londrina Stuart Cundy admitiu também que este número possa aumentar. Até ao momento, o balanço oficial de vítimas do incêndio na torre de Londres era de 30 mortos. O incêndio que deflagrou na madrugada de quarta-feira, na Torre Grenfell, rapidamente alastrou a todo o edifício de 24 andares e 120 apartamentos, onde residiam entre 400 e 600 pessoas. As chamas, que destruíram totalmente o prédio, fizeram igualmente 78 feridos, 19 dos quais continuam internados em quatro hospitais da capital britânica, dez deles em estado crítico. No total, há cerca de 70 desaparecidos. O mesmo responsável da polícia londrina admitiu que possam ter estado mais pessoas na torre do que aquelas que a polícia estava inicialmente ciente, podendo fazer aumentar mais o número de mortos. As buscas chegaram a estar suspensas por motivos de segurança, mas as operações retomaram e os trabalhadores de emergência atingiram o topo da torre de 24 andares.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.